This is default featured slide 1 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.

This is default featured slide 2 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.

This is default featured slide 3 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.

This is default featured slide 4 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.

This is default featured slide 5 title

Go to Blogger edit html and find these sentences.Now replace these sentences with your own descriptions.

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Os clássicos de Edmundo Rodrigues



Muniz homenageia Edmundo Rodrigues. O ano era 1977


Maja a Mulher vampiro de Edmundo Rodrigues


Maja, A Mulher Vampiro é um clássico do Terror, criada pela roteirista de quadrinhos Ágata Desmond em parceria com o grande ilustrador Mestre Edmundo Rodrigues. Os desenhos maravilhosos do mestre  deram a Vampira vida e destaque entre os amantes do terror. Conta a história de uma dançarina de Cabaré onde através da sua dança sexual ela envolvia seus admiradores com sua beleza e seus encantamentos. Depois de  encanta-los leva-os a morte, sugando todo seu sangue . Essa revista foi produzida no tempo da Editora O Livreiro,foram somente 2 dois números. Maja,A Mulher Vampira, e  O Fim da Mulher Vampira. Sua publicação foi um sucesso,somente não teve continuação por causa da censura,pois  o lançamento foi no período da ditadura que foi de 64 a 85. A fiscalização era muito rigorosa,tudo era censurado,eles mandavam tirar das bancas as revistas. Tem uma curiosidade nessa história toda que guardarei para sempre,foi quando ele tinha acabado a história e os desenhos,tinha quadrinizado toda a história,foi quando ele me perguntou: Ágata! Qual será o nome? Eu mesma não sabia,que nome ? Foi aí que vi na caixa do sabonete da Myrurja  Maja!
Liguei então para o Edmundo falando que já tinha achado o nome Maja, ele do outro lado da linha completa: -a Mulher Vampira! Surgiu "Maja,A Mulher Vampira.











O Guarani por Edmundo Rodrigues

O Guarani por Edmundo Rodrigues.
Seguem também, alguns comentários postados sobre essa foto no facebook.



Trabalho de Daniela para o pai, Edmundo Rodrigues


Anjos não tiram férias.


Vídeo destaca trabalhos internacionais de Edmundo

Em 15 de novembro de 2012, a incansável Agata Désmond já batalhava pela memória de Edmundo Rodrigues, pós o falecimento do artista, no mês de setembro do mesmo ano.


 O vídeo gravado no estúdio de Edmundo Rodrigues, em copacabana, rio de Janeiro, traz como destaque os imensos livros para colorir que o artista fez para  o mercado internacional na década de 90.

Na época , os livros gigantes eram uma novidade em formato .. tanto no Brasil quando fora dele. As publicações fizeram muito sucesso e duraram muito tempo.



Mini vídeos sobre Edmundo Rodrigues, by Agata Désmond.Postado por Daniela Rodrigues.
Posted by Edmundo Rodrigues on Quinta, 15 de novembro de 2012

Os votos de um bom 2013 de Edmundo Rodrigues


Votos de um bom 2013!

Foram assim, os votos de um bom 2013, que a Equipe de Edmundo Rodrigues postou no facebook.



Drácula , o Imperador da Moldávia

Sucesso no gênero fez de ator húngaro tanto uma referência como um prisioneiro dos filmes de horror

A ator húngaro Bela Lugosi, famoso por protagonizar o personagem principal em "Drácula" (1931), completaria 130 anos neste sábado. Nascido em 1882 na cidade de Lugos, parte do então Império Austro-Húngaro, Béla Ferenc Dezso Blaskó utilizou sua cidade natal para criar seu nome artístico.

A carreira como ator começou cedo, em pequenas produções teatrais no interior do país. Lugosi mudou-se para Budapeste em 1911, onde participou de peças no Teatro Nacional Húngaro entre 1913 e 1919, sempre em pequenos papeis.
Durante a Primeira Guerra Mundial, o ator foi tenente de infantaria, recebendo uma medalha de honra após ser ferido. Passou pela Áustria, Alemanha e, enfim, foi para Nova York, nos EUA.

Após participar de peças teatrais menores, Lugosi foi escalado para estrelar a adaptação do romance "Drácula", de Bram Stoker , na Broadway. Após estrelar mais de 250 espetáculos como o vampiro, foi chamado pelo estúdio Universal para a versão cinematográfica da história.

A pouca maquiagem e o forte sotaque húngaro se tornaram a marca de Lugosi. Com o sucesso veio o maior problema de sua carreira: desvencilhar sua imagem das produções de terror.

Apesar das tentativas, Lugosi não conseguiu convencer os executivos da Universal de que poderia atuar em produções de outros gêneros. Na segunda metade da década de 1930, o estúdio deixou de lado os filmes de terror, e o ator passou a atuar em produções de segundo escalão.

Nesse período, Lugosi chegou a pedir dinheiro emprestado para sustentar sua família e tratar das dores do nervo ciático, causadas durante o serviço militar.

Por causa do tratamento, Lugosi acabou viciado em morfina e metadona, fato que fez com que os produtores de "Às Voltas com Fantasmas" (1948) cogitassem substituí-lo por outro ator.

Abandonado e sem dinheiro, Lugosi foi "redescoberto" anos 1950 pelo diretor Ed Wood, um de seus fãs declarados. Wood empregou o ator em duas de suas produções, "Glen ou Glenda?" (1953) e "A Noiva do Monstro" (1955), e ajudou-o a tratar de seus vícios em uma clínica.

Os planos de filmar um longa com Lugosi como Drácula acabaram frustrados pela morte do ator, em 16 de agosto de 1956, aos 73 anos. Porém, o material gravado por Ed Wood em um cemitério acabou entrando em seu mais famoso filme thrash, "Plano 9 do Espaço Sideral" (1959), seu trabalho mais cultuado.

Bela Lugosi foi enterrado em Culver City, na Califórnia, vestindo uma das capas utilizadas em seus filmes como Drácula.

Como desenhar caricaturas?


Capitão Mistério Histórias Reais // Lobisomem


Gugu e Kika

Nossa família sempre pode servir de inspiração às artes. 

Qdo vc estiver sem inspiração, lembre-se que talvez ela possa estar na sua casa mesmo. 

Gugu e Kika porexemplo,  foram inspírados nos filhos de Edmundo Rodrigues: Edmundo e Daniela. 
Aliás quando pequenos eles eram os bibliotecários dos livros que Edmundo tinha em casa. Eles trabalhavam e recebiam rs . Esse carimbo da foto foram eles que colocaram !

Robinson Crusoé foi um dos livros que Edmundo Rodrigues desenhou


Desenho de cavalo

O ano era 1988 e o artista Edmundo Rodrigues cobria as paredes da sala de casa, com muitos quadros, todos desenhados por ele, como esse:





Capitão Black


Edmundo Rodrigues desenhando para a Tv



O Livreiro


Motoqueiro fantasma

Lançamento Bloch Editores na época de Edmundo a frente do Dep de Hq.




Capitão América

CABE AQUELE QUE É PIONEIRO SEMPRE ABRIR CAMINHO. E isso Edmundo Rodrigues sabia ser. 



Marca do Ed

EDMUNDO RODRIGUES sempre imprimiu uma marca própria ao seu trabalho, seja nos traços ou na forma de letreirar.


Dracula na Bloch



Se você tivesse apenas 5 letras para dar um nome a essa foto, qual nome daria??

É não pode ser outro: Bloch.



O Homem de Seis milhões de dólares

EDMUNDO publicava e não tinha medo de não dar certo. Ele dizia sempre :" O pior é não tentar. Um editor não pode ficar com medo, é preciso testar o mercado. Se um editor não dá o primeiro passo, quem vai dar??" E pelo visto, os passos sempre estavam certos e resultavam em raridades como essa:

Os Defensores

EM 1974, Edmundo Rodrigues trabalhou na Editora Gorrion (rj) e fez Os Defensores. Logo depois, ingressava na Bloch.


João Charuto, filhote de Edmundo


Guerra dos Mundos

A primeira vez que Edmundo assistiu ao Filme Guerra dos Mundos, ele disse: ah, essa história eu já conheço.


Celio Barbosa Homenageia Edmundo Rodrigues

** Vimos esse comentário de Celio Barbosa sobre Edmundo Rodrigues e resolvemos publicar.


Se o primeiro sutiã a mulher nunca esquece, o primeiro livro de desenho o desenhista também nunca esquece. No meu caso, o livro "Desenho Comercial" de Edmundo Rodrigues, (um dos maiores desenhistas de quadrinhos do Brasil, do qual sou fã) foi a primeira obra que vi relacionada à técnica do desenho. É um livro pequeno, bem básico, mas na época me abriu os olhos pra descobrir que não bastava gostar de fazer "deseinhos". Era necessário técnica e estudo. Por muitos anos consultei esse livro, e ainda o guardo com muito carinho.

http://estudioceliobarbosa.blogspot.com.br/2012/06/meus-livros-desenho-comercial-de.html



Ka zar


Lançamento Nos Bastidores de um Artista, na Bienal do Livro

Seguem algumas fotos do lançamento do Livro Nos Bastidores de um Artista, de Agata Desmond, na Bienal Internacional do Livro, no Rio de Janeiro, em 2013.

O livro é um documentário sobre a vida do artista e mestre Edmundo Rodrigues que se cruza com o boom dos quadrinhos e destaca momentos importantes, como o da permanência das Hq´s em meio a ditadura militar. A novidade, é que no meio do livro terminam os textos. Aí, é só virar o livro de cabeça para baixo, e o leitor ganha de brinde.. 3 histórias completas escritas e desenhadas por Edmundo Rodrigues.




Foto diário do Edmundo

Essa é uma foto do diário de vendagem e das revistas, que Edmundo Rodrigues, mantinha durante todo o tempo em que esteve na Bloch Editores.

E o diário ainda existe e segue muito bem preservado.


Edmundo Rodrigues com a Rede Record

O primeiro da foto é um Cinegrafista da Record, ao lado o artista Edmundo Rodrigues, e a jornalista que fez a matéria, Adriana Rezende da rede Record de TV que cobriu a matéria. Também no Museu do Telefone RJ — com Edmundo Rodrigues.


JM Alvarez escreve comentário sobre livro de Agata Desmond

Em setembro de 2013, Agata Desmond lançou um livro sobre Edmundo |Rodrigues, na Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro , no Riocentro. Diversos foram os comentários do livro.

Vamos ver o que JM Alvarez escreveu depois de ler o livro. A postagem foi colocada no facebook.








Edmundo Rodrigues


Exposição Edmundo Rodrigues no Liceu de Artes e Ofícios.

Seguem as fotos da exposição Edmundo Rodrigues realizada no Liceu de Artes e Ofícios no Rio de Janeiro, em novembro, 2012.

A exposição foi organizada por Agata Desmond ( curadora do Artista) e na oportunidade foi feito um concurso de desenho. O vencedor ganhou kit de desenho e um troféu desenhado por Agata Desmond.